22 de agosto de 2017

Corrida, minha droga favorita


Esse domingo fui correr, como todos os outros. E fiquei refletindo o que a corrida representa pra mim.
E percebi que ela representa mais que um exercício físico.
Um exercício pra mente e pra alma.
Refleti do porquê eu gostar de correr tanto aos domingos. 
Além da academia não abrir domingo (tá, até abre, mas das 09h às 12h daí fica restrito), o domingo encerra a semana e inicia uma nova. E tudo precisa estar em ordem para uma nova semana.
Nela, as angústias escorrem com o suor.
Os medos saem pelos poros.
As incertezas dilatam as narinas que buscam mais ar pra poder manter o ritmo, pra poder manter a calma, pra poder manter o foco.
O que tem de ruim guardado em ti fica pra trás, naquela pedra que tu desviou, naquela curva que tu deu.
A luta mental de “falta só mais uma volta” se debate com as lutas dos problemas cotidianos, e correr acaba não se tornando mais nenhum sacrifício, pelo contrário: espera-se os dias das corridas para poder deixar no asfalto todos os dilemas carregados durante a semana.
Quanto mais problemas novos surgem, maior a vontade de correr. É uma válvula de escape.

Nas quartas eu corro na esteira.
Mas a esteira não é a mesma coisa que a rua.
A esteira é uma máquina, parada no mesmo lugar, de frente pra uma TV. Ela serve pra treinar o físico e o psicológico pra corrida de domingo. Além de acalmar os nervos por passar tantos dias sem correr.
Já que a corrida é minha droga.
Meu maior vício.
Saber que ficarei 1 semana sem poder correr me deixa muito triste, e faço de tudo pra mudar essa realidade. Corro com chuva, doente, com frio..mas ficar sem correr me deixa mais doente.
A sensação é tão boa que pensar em ficar sem ela é desanimador.

Além disso é na corrida que me conecto com Deus, com a natureza.
Pra alguns é preciso estar em uma igreja, ou na frente de uma imagem. Pra mim é correndo.
Correr e olhar os pássaros, as árvores, passar por uma folha no asfalto. É a forma que agradeço por minha vida, minha saúde e minhas pernas. Por ter oxigênio entrando em meus pulmões, e por poder estar ali naquele momento.
As pessoas deveriam valorizar mais isso.
Que têm saúde, que têm pernas.
Ao invés disso, se envenenam na frente da TV, comendo mal e não praticando nenhum tipo de atividade física. Isso sim deve ser um insulto a Deus.

Esse texto não tem nenhuma lição de moral e nenhum final.
Até porque não pretendo parar de correr.
Então essa história vai se prolongar…

Só queria deixar registrado no blog pra ver daqui uns anos quantos km estarei correndo.
E também porque faz tempo que não escrevo.

Comecei a correr cerca de 6 anos e com o tempo só tenho melhorado a distância e tempo.
Atualmente corro cerca de 12km por semana ( + - 6km por corrida), em um tempo médio de 32min por corrida.
Espero melhorar.


19 de fevereiro de 2016

26 de julho de 2014

Filhos?! não, obrigada...

Quando se tem filhos é fácil entender porque hoje existem tantas mulheres que não querem ter filhos!
Geralmente as mulheres que não querem ter filhos, não querem perder a liberdade de chegar em casa a hora que quiser, ir em qualquer lugar sem se preocupar se é ou não adequado para crianças, não querem ter que escolher entre vida profissional e atenção aos filhos, preocupação com o corpo, enfim… Elas conseguem ter uma visão bastante racional do que é ser mãe, conseguem prever cada situação.
Mas quando uma mulher quer ter filhos, ela não antevê nada disso! Ela só consegue imaginar o bebê engatinhando, andando, falando, dormindo nos seus braços e não faz idéia do que existe além disso.
Quando eu descobri que estava grávida, – e de gêmeos! – eu fiquei maravilhada, estava no céu, toda boba porque teria dois de uma vez só, uma benção… só que depois que eles nascem a gente se pergunta se é uma benção ou um castigo!!! Começa a choradeira, as preocupações, vc se sente isolada do mundo porque tem um monte de lugares que vc adoraria ir mas não pode, os amigos tem as suas vidas lá fora enquanto vc está naquela rotina de fralda, banho, mamá, etc, vc não consegue tomar um banho daqueles de cabeça bem demorados nem assistir seu programa preferido na tv se isso não estiver nos planos do bebê.
E eles vão crescendo e a coisa vai piorando! Começam as birras, e você está sempre correndo atrás deles sem conseguir trocar umas palavrinhas com os amigos em uma festa, nem mesmo terminar um drink…
Mas as pessoas ainda vêem com muita estranheza as mulheres que optam por não ter filhos e ainda acham que em algum momento elas vão querer, que ainda não estão preparadas ou ainda não encontraram a pessoa certa, mas que elas vão sim querer, vão se arrepender dessa decisão! Eu mesma me vejo pensando assim a cada vez que eu vejo uma mulher dizer que não quer ter filhos, confesso! É bem verdade de que muitas delas realmente decidem ter filhos depois de um tempo. Ainda bem que hoje em dia as mulheres ainda são férteis aos 40 e poucos, e se não, existe a opção da fertilização ou adoção!
É como se elas estivessem negando a própria natureza, é estranho pensar que alguém que tenha mãe não queira filhos, é como se nós fossemos obrigadas a isso como uma espécie de retribuição por termos nascido… enfim, acho que é uma questão muito subjetiva!
Mas admiro muito as mulheres que são firmes na decisão de não ter filhos se realmente não os querem, pois tem muitas que engravidam por uma pressão social ou só porque todas as suas amigas estão tendo filhos e não quer se sentir “por fora” e aí os tem como se fossem bonequinhos que só servem pra ficar trocando a roupinha, largam em qualquer lugar, não tem o menor interesse. Ou as que querem tudo! Querem ser executivas, trabalhar, trabalhar e trabalhar mas querem ter filho, engravidam e quando a criança nasce ela sai de casa antes que ela acorde e chega depois que ela foi dormir e o filho fala babá antes de mamãe!
Não se pode ter tudo! Ou vc tem sua vida ou vc tem filho! Filho custa caro em todos os sentidos, não só o financeiro! Vc tem que abrir mão de muitas coisas! Vc tem que pensar se vc quer ser mãe, e não se vc quer ter filhos, são coisas bem diferentes!
Quando eu assisti o filme “Comer, Rezar, Amar” uma frase me marcou muito: “Ter um filho é como fazer uma tatuagem no meio da testa, vc tem que ter muita certeza para se comprometer!”
Admiro muito as mulheres que se mantém firme na decisão de não ter filhos se realmente essa é a sua vontade assim como admiro as mulheres que decidem ser mães e se dedicam aos seus filhos com todo amor.

16 de julho de 2014

Estrelas ao Mar


Era uma vez um escritor que morava em uma praia tranqüila, próximo a uma colônia de pescadores.
Todas as manhãs ele caminhava à beira do mar para se inspirar e, à tarde, ficava em casa escrevendo. 
Certo dia, caminhando pela praia, viu um vulto ao longe que parecia dançar. Ao chegar perto, reparou que se tratava de um jovem que recolhia estrelas-do-mar da areia, para, uma a uma, jogá-las de volta ao oceano, para além de onde as ondas quebravam. "Por que você está fazendo isto?", perguntou o escritor. "Você não vê?", explicou o jovem, que alegremente continuava a apanhar e jogar as estrelas ao mar, "A maré está vazando e o sol está brilhando forte... elas irão ressecar e morrer se ficarem aqui na areia." O escritor espantou-se com a resposta e disse com paciência: "Meu jovem, existem milhares de estrelas-do-mar espalhadas pela praia. Você joga algumas poucas de volta ao oceano, mas a maioria vai perecer de qualquer jeito. De que adianta tanto esforço, não vai fazer diferença?" O jovem se abaixou e apanhou mais uma estrela na praia, sorriu para o escritor e disse: "Para esta aqui faz....", e jogou-a de volta ao mar. Naquela noite o escritor não conseguiu escrever, nem sequer dormir. Pela manhã, voltou à praia, procurou o jovem, uniu-se a ele, e, juntos, começaram a jogar estrelas-do-mar de volta ao mar. 

8 de julho de 2014

=p


hahahhahahahah beeem assim.. Mas foi! \o/
Obrigada senhor!

1 de julho de 2014

Não curte a COPA? FOOORA DAQUI!


Não acho que sou menos brasileira por não assistir/ acompanhar a COPA.
Jogo de futebol não tem nada a ver com torcer pelo país..
Eu torço pro país evoluir, ter mais educação, ter mais recursos..
O que eu posso eu faço: pesquiso os candidatos antes de votar, sigo as regras básicas de educação (não jogar lixo na rua, dar o lugar pro idoso no ônibus, evitar desperdício)..
Faço até mais que o básico: trabalho em toda eleição como mesária e dôo sangue todos os anos pra alguém que eu nem conheço...pelo simples fato de ajudar...

Mas isso não deve ser mérito, muitas dessas coisas são o básico.
Esses dias vi uma reportagem onde um rapaz achou uma mochila de um estrangeiro com dinheiro e ingresso pros jogos e procurou ele no facebook e devolveu.
O rapaz virou santo! Por ter devolvido o que não era dele.
Como assim? Era o que tinha que ser feito. Não há nada de anormal em não pegar o que não é seu.
Em devolver o que é do  outro..... Ou não é?!
E o ''Não roubarás'' ..???

''Nããoo.. mas hoje em dia isso é raro''..
É uma pena!
É uma pena o próprio povo saber que tem muita malandragem no brasileiro.
Comprar DVD pirata, fazer gato na  luz e na tv a cabo, sempre dar uma de malandro..
''ah mas é tudo tão caro, temos que dar um jeitinho pra poder ter as coisas''
E aí reclamam da política. Da corrupção que lá ocorre. Certo que não é na mesma proporção do dia a dia do brasileiro, mas em ambos lugares ocorrem...e ''a ocasião faz o ladrão''...
Não são todas as pessoas... não estou generalizando. Mas muitas dessas que gritam: ''VAI SELEÇÃO'' não dão a mínima pro país, pras pessoas que nele vivem.. são mal educados, não tem o mínimo de respeito e bom senso e ficam chocados qnd digo que não estou acompanhando os jogos...

PATRIOTA. não sei mais o que significa isso. Hoje em dia basta tu vestir verde e amarelo, fazer gritaria e deu: TU AMA o país! Não interessa o que tu faz diariamente, o que tu contribui pra nação...Não..

Esses dias quase fui atropelada aqui perto de casa pq faltava 10 minutos pro jogo e estava todo mundo bem louco pra ir pra casa... foda-se as pessoas, pegar o carro e sair tipo GTA, matando meio mundo pra ver uns caras que ganham milhões jogar...

Tudo para: academia, clubes, empresas...
''Ah mas pelo menos dá uma folguinha pro funcionário'' ..
Tá mas e se eu quiser trocar, posso? Eu que não curto futebol, posso trabalhar no dia do jogo e sair mais cedo no dia do meu aniversário?Que pra mim é mais importante? HAHAHAHHAHA Sonhou neh!

Então até que ponto as pessoas estão sendo 'beneficiadas'???
Muitas dessas empresas pararam pq não ia ter movimento mesmo, e não pra beneficiar o funcionário.
E as que não pararam ficaram como malvadas, ''SUAS CAPITALISTAS! EXPLORANDO OS SEUS FUNCIONÁRIOS'' ...
Vai entender..

A questão é que não interessa se tu gosta ou não de futebol: tu vai ter q te envolver!
-Tu não vai trabalhar em dia de jogo Brasil e vai pegar o maior transito
-Se tu não tem tv a cabo te ferrou! E mesmo se tiver aumenta o som pq os vizinhos estarão se esgoelando de gritar!
-Não poderás aproveitar a ''folguinha que o serviço te deu ''pra sair de casa pq o transito estará o caos, e muitos lugares fechados.

E aí me diz: gerando lucro pra quem?? Pra meia duzia de gente...pros cambistas, pra alguns hotéis...
Pq pra grande maioria ta gerando é despesa...Meio expediente, pouco movimento.. duvido que o lucro do comércio / restaurantes não diminuiu em dias de jogos..

Bom eu não vejo a hora dessa COPA acabar, e graças a Deus já acabou os jogos aqui em POA...
Me desanima ver tanta gente alienada assim.. Não tem problema tu gostar de futebol, torcer..mas hoje em dia é posto em 1° lugar. PARA TUDO pra eu ver o jogo......
Pena...
Pena saber que o cara ganha um salário mínimo não pode assistir os jogos que custa muito o ingresso.
Vai comprar uma camisa oficial pra ti ver o custo...
O facebook não abro desde o início dos jogos..não tem condição....

Não odeio o Brasil, mas tbm não amo.. Se pudesse escolher com certeza escolheria ter nascido em outro.. Mas já que minha vida/ meu vínculo familiar está aqui, vou fazer o máximo possível pra viver de boa..


Fuuuiii

24 de abril de 2014

NÃO SE PREOCUPE CRIANÇA / DON'T YOU WORRY CHILD (FEAT. JOHN MARTIN)

Houve um tempo, eu costumava olhar nos olhos de meu pai
Em um lar feliz, eu era um rei que tinha um trono de ouro
Aqueles dias se foram, agora as memórias estão na parede
Eu ouço os sons dos lugares onde eu nasci
Em cima da colina sobre o lago azul,
É aí que eu tive pela primeira vez meu coração partido
Eu ainda me lembro como tudo mudou
Meu pai disse:
Não se preocupe, não se preocupe criança
Veja, os céus tem um plano pra você
Não se preocupe, não se preocupe agora
Yeah!
Não se preocupe, não se preocupe agora
Yeah!
Ooh ooh ooh ooooh!
Veja, os céus tem um plano pra você
Ooh ooh ooh ooooh!
Houve um tempo, eu conheci uma garota de um tipo diferente
Dominávamos o mundo,
Pensei que nunca mais iria perdê-la de vista, nós éramos tão jovens
Eu penso nela agora e depois
Ainda ouço a canção me lembrando de quando
Em cima da colina sobre o lago azul,
É aí que eu tive pela primeira vez meu coração partido
Eu ainda me lembro como tudo mudou
Meu pai disse:
Não se preocupe, não se preocupe criança
Veja, os céus tem um plano pra você
Não se preocupe, não se preocupe agora
Yeah!
Não se preocupe, não se preocupe criança
Veja, os céus tem um plano pra você
Não se preocupe, não se preocupe agora
Yeah!